Prouni: O que é e como funciona o Programa Universidade para Todos

Conhece o ProUni? Conheça aqui todos os detalhes do Programa Universidade para Todos! Com o objetivo de contribuir para a democratização do acesso ao ensino superior no país, ofertando bolsas de estudo em faculdades particulares, o ProUni abre suas inscrições duas vezes ao ano, no início de cada semestre. Veja quem pode participar.

O Programa Universidade para Todos foi criado pelo Governo Federal no ano de 2004 e instituído pela Lei federal de nº 11.096/2005. Gerenciado pelo MEC (Ministério da Educação), oferece bolsas integrais (100%) e parciais (50%), em instituições privadas de educação superior, em cursos de graduação e sequenciais de formação específica, a estudantes brasileiros que ainda não possuem um curso superior.

Quem pode participar do ProUni? Qual a renda máxima permitida?

Prouni o que é e como funcionaOs estudantes interessados em se inscrever no processo seletivo do ProUni precisam, antes de tudo, participar do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) do ano imediatamente anterior às inscrições.

Além de participar do Exame, é necessário obter nota média de, no mínimo, 450 pontos e conquistar um aproveitamento maior do que zero na prova de redação.

Ainda, para concorrer às bolsas, o candidato precisa cumprir com pelo menos uma das exigências a seguir:

  • Ter cursado todos os anos do ensino médio em escolas da rede pública;
  • Ter cursado todo o ensino médio em escolas particulares, desde que na condição de bolsista integral ao longo de todo o período;
  • Ter cursado o ensino médio parcialmente em escolas públicas e parcialmente em escolas particulares, desde que na condição de bolsista integral na respectiva instituição;
  • Ser estudante portador de deficiência; ou
  • Ser professor de magistério em escolas da rede pública, em pleno exercício da função, com o objetivo de concorrer a bolsas em cursos de licenciatura, exclusivamente, sem a necessidade de comprovar renda.

Requisitos, Regras e Exigências do Prouni

O requisito de renda do ProUni varia de acordo com o tipo de bolsa pretendido pelo participante. No cálculo, é levado em consideração o rendimento de todos os membros familiares, sendo os seguintes limites:

  • Bolsa parcial do ProUni, correspondente a 50% do valor do curso: rendimento familiar bruto mensal de, no máximo, três salários mínimos por pessoa;
  • Bolsa integral do ProUni, correspondente a 100% do valor do curso: renda familiar bruta mensal de, no máximo, um salário mínimo e meio por pessoa.

Como se inscrever no ProUni?

Para fazer inscrição no ProUni, tanto no processo seletivo do primeiro ou segundo semestre, o estudante precisa cumprir com os requisitos citados acima e seguir alguns passos.

Primeiro, é necessário acessar a página oficial do Programa, disponível no endereço eletrônico http://siteprouni.mec.gov.br/.

Em seguida, é preciso informar o número de inscrição e a senha do último Enem. Aqueles estudantes que não se lembrarem dos dados, podem clicar no link de apoio “Esqueceu seu número de inscrição do Enem ou sua senha do Enem?”, disponível no próprio site de inscrição.

Informando os dados, o sistema consegue ter acesso ao aproveitamento do candidato no Exame Nacional do Ensino Médio, fazendo o ranking dentro de cada oferta de curso.

Ao se inscrever, o estudante precisa selecionar o tipo de bolsa (integral ou parcial) e a modalidade de concorrência. O ProUni reserva vagas a estudantes que se autodeclaram pretos, pardos ou indígenas.

Cada participante tem o direito de se inscrever em até duas opções de curso, em ordem de preferência. Durante todos os dias do período de inscrição do ProUni, o sistema atualiza as notas de corte, que são as notas mínimas momentâneas para a conquista da respectiva vaga.

Caso julgue necessário, o estudante pode alterar as opções de curso quantas vezes quiser, desde que dentro do período de inscrição.

Como é divulgado o Resultado do Prouni

As inscrições são inteiramente gratuitas e o resultado do ProUni é divulgado no mesmo site. Todos os estudantes pré-selecionados precisam se dirigir às instituições de ensino para comprovar as informações prestadas no ato da inscrição e prosseguir com as matrículas.

Depois do período de matrícula, ainda é aberta a lista de espera do ProUni, destinada ao preenchimento das vagas não ocupadas.

Os candidatos não aprovados no processo seletivo do primeiro semestre, podem concorrer normalmente às vagas do segundo semestre, utilizando a mesma nota do Enem.

Se informe ainda mais lendo outros artigos no Guia do Aluno e divulgue nosso site para seus amigos! Não deixe de curtir também o Facebook de Notícias do Prouni!

Prouni: O que é e como funciona o Programa Universidade para Todos
5 (100%) 1 voto

Comente.